IX edição do festival “Português Perto” em Ourense

Voltamos a participar numa nova edição do Português Perto que decorrerá de 29 de março até 6 de abril. O OPS! Será lecionado em 1 de abril na Sala 1.1. da Faculdade de Ciências Empresariais e Turismo ourensã.
“Pessoas e realidades que falam a nossa língua com diferentes musicalidades, cores, sabores e formas. Vamos fazer uma viagem pela língua portuguesa e a sua música. Vem connosco! Redescobre a Galiza através do Brasil, Angola, Portugal”, animam desde a própria organização do festival.
Não percam!

OPS! no Concelho de Santiago

O Concelho de Santiago de Compostela, através do seu Departamento de Língua Galega ofereceu, no início deste curso 2017-2018 aos centros de ensino primário e secundário do município, 20 ateliês de português, como atividade de achegamento à lusofonia e com o que se pretende, à vez, contribuir ao processo de normalização da língua da Galiza.
Trata-se dos ateliês desenvolvidos pela Ass. Galega da Língua, OPS! ‘O português simples’, no ensino secundário, e ‘O Mundo do INHO’, criado polo professor da Faculdade de Ciências da Educação e do Deporte de Ponte Vedra, Carlos Valcárcel, destinado ao alunado do 3º ciclo de primário (5º e 6º).
Os ateliês, ministrados pelos professores Loaira Martínez, Henrique Martins e Graciela Lois tiveram lugar nos centros que seguem: IES Lamas de Abade, IES Eduardo Pondal, IES S. Clemente, IES Rosalía de Castro, IES Xelmirez I, IES Xelmirez II, IES Antonio Fraguas, IES Fontiñas, CEIP Lamas de Abade, e o CPR Compañía de María, que aparece na imagem que acompanha.

Ateliês em Compostela com as novas tecnologias

O Concelho de Santiago de Compostela, através do seu Departamento de Língua Galega ofereceu, no início deste curso 2018-2019 sete ateliês “O Mundo do INHO” aos centros de ensino primário e 13 “OPS!” aos centros de secundário do município, como atividade de achegamento à lusofonia e com o que se pretende, à vez, contribuir ao processo de normalização da língua da Galiza.
Os ateliês, ministrados por Loaira Martínez e Graciela Lois tiveram lugar nos centros que seguem: IES Lamas de Abade, IES Eduardo Pondal, IES Rosalía de Castro, IES Xelmirez I, IES Xelmirez II, IES Antonio Fraguas, CEIP Lamas de Abade, CEIP Monte dos Postes, CPR San Jorge e o CPR Vilas Alborada.
A novidade este ano foi que tivemos no CEIP Monte dos Postes, onde o ateliê “O Mundo do INHO” decorreu de jeito totalmente virtual ao trabalharem as crianças com os seus computadores na realização das diferentes atividades, sem utilizar papel, como aparece reflectido na fotografia. Assim trabalhamos de jeito transversal o seu desenvolvimento com as novas tecnologias e cuidamos o meio ambiente.

Ateliês em Compostela com as novas tecnologias

“O Mundo do INHO” em Moanha

Dez ateliês “O mundo do INHO”, criado polo professor da Faculdade de Ciências da Educação e do Deporte de Ponte Vedra, Carlos Valcárcel, e destinado ao alunado do 3º ciclo de primário (5º e 6º) decorreram nos dias finais de novembro e iniciais de dezembro de 2018 no Concelho de Moanha organizados pelo seu Serviço de Normalização Linguística. Os centros de ensino primário que participaram foram: CEIP Tirán, CEIP Seara, CEIP Domaio, CEIP Quintela, CEIP Abelendo, CEIP A Guia e o CEIP Reibón.
Para além de se aproximar ao mundo que se expresa em português, compararam as grafias galega e portuguesa para assim ser capaces de ler textos em português à galega sem dificuldade nenhuma.

O Mundo do INHO no CPI Afonso VII

O ateliê O mundo do INHO foi ministrado em 16 de maio, na véspera do Dia das Letras Galegas, no CPI Afonso VII para alunas e alunos de 6º de primária a pedido da Equipa de Dinamização linguística do centro. Para além de se aproximar ao mundo que se expresa em português, compararam as grafias galega e portuguesa para assim ser capaces de ler textos em português à galega sem dificuldade nenhuma.

OPS! No IES Maruxa Mallo de Ordes

O passado dia 20 de abril foi ministrado mais um ano um OPS! para o alunado de 4º da ESO no IES Maruxa Mallo como atividade prévia à viagem que este centro organiza anualmente a Portugal. Desta vez a viagem tinha como destino a cidade do Porto sob direção da equipa de dinamização linguística do centro.

O alunado não apenas teve oportunidade de pôr em valor a nossa língua galega e aproximar-se à imensa produção artística e cultural da lusofonia mas também teve ocasião de treinar o ouvido ao sotaque português e identificar os principais falsos amigos.

OPS! na cidade de Ponte Vedra

Mais um ano o Departamento de Língua Galega do Concelho de Ponte Vedra junto com a AGAL, levam aos centros de ensino primário e secundário do município, um total de 14 ateliês de português, como atividade de achegamento ao idioma com a que se pretende, à vez, contribuir ao processo de normalização da língua da Galiza.
Trata-se dos ateliês OPS! ‘O português simples’, ministrados por Graciela Lois no IES Torrente Ballester, que aparece na fotografia, IES Valle Inclán, IES A Xunqueira II, e o CPR Sagrado Corazón; e ‘O Mundo do INHO’, que terá lugar no CEP San Marcos da Portela.

OPS! na Estrada

“O 25 de abril o IES nº 1 da Estrada amanheceu com cravos vermelhos. Organizada pelo Departamento de Galego, a Bibilioteca e Normalização Linguística, decorreu no liceu a Semana da Lusofonia, de 24 a 28 de abril. Apesar de existir o português como segunda língua estrangeira apenas em 1º e 2º da ESO, as atividades consistiram em palestras para todos os níveis educativos, quer dizer, para todo o alunado. Foram as bem conhecidas palestras da AGAL, OPS.O português simples, visando introduzir os alunos na escrita e na leitura do português a partir da sua vantagem competitiva como Galegos, empregando um material didático de ótima qualidade.
Concretamente, o 25 de abril decorreu a correspondente a 3º da ESO e 4º da ESO, ministradas por Tamara Varela e Loaira Martínez. Cumpre dizer que o Concelho da Estrada financiou uma destas duas últimas. É uma boa nova que as instituições amostrem o seu compromisso com a nossa cultura, para além da oficialidade reinante.”

Cravos vermelhos no IES nº1 da Estrada

OPS! em Moanha

“@s moz@s de 1º Bach asistiron aos obradoiros de achegamento á lusofonía na Biblioteca do Insti impartidos polo Quique Martíns e ofertados pola AGAL.

Foi unha iniciativa promovida polo EDNLinguaquetraba que tivo moi boa acollida. Tamén colaborou o Departamento de Galego e nomeadamente o seu profesor Moisés.

De feito @s 60 alumn@s comprobaron como con só mudar unhas cousiñas e atendendo a uns cantos trucos xa eran competentes para se defender en portugués e así acceder a ese basto mundo que abre a lusofonía. E todo de xeito freco e interactivo. Moito obrigado ao mestre.”

A lingua que traba: blog do EDNL do IES As Barxas