Para quem?

Com conteúdos adaptados às capacidades de estudantes do terceiro ciclo de primário, 5º e 6º (10 a 12 anos).

O ateliê, intitulado “O Mundo do INHO”, foi elaborado pelo professor Carlos Valcárcel da Faculdade de Ciências da Educação e do Desporto de Ponte Vedra, especialista no ensino e aprendizagem de línguas. O número de assistentes será de 10-20, no máximo 30.

Instalações e materiais necessários

Uma sala com projetor e ecrã para poder mostrar a apresentação em Office Impress e os sítios web, assim como um reprodutor de música ou saída de som para o computador. Cópias impressas a distribuir entre os assistentes. O espaço deve permitir agrupar as crianças em equipas para um maior aproveitamento da atividade.

 

Objetivos:
  • Específico: Facilitar a leitura de textos escritos com a ortografia portuguesa descobrindo correspondências entre os sons do galego oral.
  • Transversal: Reflexionar sobre a vocação profissional. Os textos de trabalho tratam as características gerais duma série de profissões. Banir preconceitos de gênero em relação ao trabalho.
Conteúdos:
  1. Que ides aprender com estas actividades? Explicação de objetivos. Num pequeno diálogo de poucos minutos, presentaram-se os objetivos da sessão. Introduz-se a ideia da proximidade entre a variedade galega e as lusófonas no plano oral, assim como as oportunidades que isso supõe. 
  2. Quando eu seja grande, quero ser… Atividade de compreensão oral. A aula vai escutar uns pequenos monólogos em português brasileiro descrevendo as características duma  série de profissões. Estabelece-se um pequeno diálogo no que se posicionem com respeito à variedade brasileira (semelhanças, diferenças) e à atividade realizada.
  3. Vamos jogar em equipas! A aula divide-se em pequenos grupos para trabalharmos com questões ortográficas que têm a ver com os textos orais que acabaram de escutar. A competição vai ser a chave para o fomento da co-aprendizagem.
  4. Comparação entre códigos fonográficos (ortografias).  Cada grupo identificará (sublinhando) em cada texto as palavras que se dizem igual mas que se escrevem de jeito diferente a como se faz na Galiza. 
  5. Descoberta de regras (chaves) de facilitação da leitura dos textos. Trabalhando coas listas de palavras elaboradas na atividade 4, cada grupo deverão estabelecer grupos de palavras. Define-se o agrupamento feito e o critério escolhido e estabelece-se uma regra de correspondência de leitura.
  1. Segmentação e leitura de palavras. Com objetivo de pôr em prática as regras achadas na atividade 5, cada grupo tem de segmentar, dentro duma sequência de letras, palavras presentes nos textos trabalhados. Com as palavras segmentadas vão elaborar uma lista mantendo a ordem da sequência, que depois tem de ser lida.
  2. Leitura competitiva. Cada grupo recebe um pequeno conto escrito em padrão internacional e terá um tempo limitado para preparar a sua leitura. Acabado esse tempo, cada representante vai ler o texto e a leitura realizada será avaliada pelos restantes grupos ou pode mesmo ser lida por todas as integrantes da equipa.
Preço

O preço por cada ateliê é de 165 euros (Isentos de IVA pelo artigo 20.1.9 da Lei 37/1992, de 28 de dezembro, do imposto sobre o valor acrescentado). Existe um desconto de 13,64% quando são organizados 2 ou mais ateliês no mesmo dia.